Visão Humana da Reprodução Assistida

REPRODUÇÃOASSISTIDAREPRODUÇÃOASSISTIDAREPRODUÇÃOASSISTIDAREPRODUÇÃOASSISTIDAREPRODUÇÃOASSISTIDAREPRODUÇÃOASSISTIDAvREPRODUÇÃOASSISTIDAREPRODUÇÃOASSISTIDA

O desejo de ter filhos não deve ser encarado como um problema após alguns meses de tentativas. Normalmente ao chegar ao ginecologista de rotina a primeira consulta sobre o assunto não é tão abrangente como o casal esperava. As frases como: “calma você vai engravidar”, “espere mais um pouco….” são normalmente ouvidas e dificilmente aceitas.

Quando são encaminhados ao especialista a situação muda de figura e logo você tem que sair dali com um tratamento. Parece que existe uma obrigação do médico em dar uma solução rápida e uma expectativa do casal em achar que este é o melhor caminho para chegar a uma gravidez.

Existem casos em que realmente as atitudes para o tratamento são urgentes, pois muitos casais optam pela gestação próximo aos quarenta anos e/ou alguns fatores graves que levam a infertilidade são diagnosticados e assim a Reprodução Assistida é uma indicação absoluta. Mesmo quando existe uma indicação de Fertilização in vitro os médicos devem respeitar a angustia do casal e coordenar para que tudo ocorra com naturalidade.